quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

SAUDADE (de A a Z)



A inda bem que percebi
B em a tempo de
C ontrolar a situação,
D eixei o tempo passar
E simulei que aceitava a
F raqueza de suas lembranças.
G anhei tempo com isso e
H oje me sinto recompensado
I ncluindo seu nome no passado
J ustamente onde deveria ter ficado,
L onge de mim, fora do
M eu alcance para
N ão me prejudicar mais.
O tempo porém é ingrato,
P õe você sempre e
Q uando pode em minha mente,
R esolvendo me atormentar.
S audade, você não presta, não
T em sensibilidade por ninguém,
U sa todo mundo, abusa e
V ai ficando lembrada.
X ispa da minha vida e
Z arpa lá pro passado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário